Como abrir uma empresa: Passo a passo completo em 2023

Como abrir uma empresa - imagem empresários sorrindo

Como abrir uma empresa é o que você busca saber? Confira o passo a passo completo que preparamos para você e confira o que precisa e quanto custa para regularizar o seu negócio.

Aqui você vai encontrar um conteúdo completo sobre a abertura de empresas que também vai abordar assuntos importantes e que você precisa saber, como tipos de natureza jurídica, portes empresariais e regimes tributários.

Você que procurava um passo a passo para abrir uma empresa precisa acompanhar este conteúdo até o final.

No entanto, caso prefira, você também pode falar diretamente com um especialista, para isso, basta clicar em um dos botões abaixo e entrar em contato conosco.

CONTATO

ORÇAMENTO EM APENAS 3 PASSOS

Passo a Passo sobre como abrir uma empresa

Como todos nós sabemos, quando o assunto é como abrir uma empresa, a primeira coisa a se fazer é ir em busca de um contador.

Uma boa assessoria contábil é fundamental para quem pretende abrir um CNPJ, montar um negócio de sucesso e seguir à risca todos os aspectos legais para não ter problemas com o fisco no futuro.

Portanto, se você ainda não tem um contador para lhe guiar no procedimento sobre como abrir uma empresa, entre em contato com a Contabilidade RJ, nossos contadores estão à sua disposição.

1.Elaboração do contrato social

Após contratar um escritório de contabilidade, você receberá todas as orientações que precisa para registrar e regularizar o seu negócio, começando pela elaboração do Contrato Social.

Por falar em Contrato Social, você sabe o que é e qual a sua finalidade?

Contrato Social é um documento utilizado aqui no Brasil para constituição de empresas, ele funciona literalmente como uma espécie de contrato e possui uma série de informações importantes, incluindo:

  • Nome Empresarial e Razão Social da Empresa;
  • Número de sócios e sua qualificação (nome, função, endereço, RG e CPF);
  • Capital Social (capital inicial);
  • Natureza Jurídica;
  • Endereço completo de instalação da empresa;
  • Atividades a serem desenvolvidas com os respectivos CNAEs;
  • Direitos e deveres dos sócios.

Esse é o documento mais importante do seu novo negócio, portanto, elabore o mesmo com atenção e não abra mão das orientações do seu contador.

Mas afinal, como registrar um Contrato Social?

Após a elaboração e revisão do Contrato Social, o mesmo será registrado na JUCERJA – Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro ou no cartório de pessoas jurídicas, momento em que a empresa é efetivamente constituída como pessoa jurídica.

2.Registro do CNPJ

Com o Contrato Social devidamente registrado, a contabilidade poderá prosseguir com os trâmites para tirar CNPJ e outros documentos.

Após o registro na Junta Comercial, é hora de solicitar à Receita Federal do Brasil a emissão do CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas.

Por sinal, esse é outro documento muito importante, para que você tenha uma ideia da sua importância, ele é comparado ao CPF em grau de relevância.

3.Cadastro da empresa na prefeitura e obtenção das licenças

Após cumprir o passo anterior, o seu CNPJ estará ativo, no entanto, para que você possa iniciar as atividades do seu negócio ainda é necessário obter alguns documentos.

Dentre os documentos em questão, será preciso solicitar à Prefeitura do seu município a Inscrição Municipal e o Alvará de Funcionamento.

Além disso, algumas empresas podem necessitar de procedimentos especiais como tirar a licença da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária e a do Corpo de Bombeiros.

São muitos documentos, não é mesmo? No entanto, a boa notícia é a de que você não precisa se preocupar, pois aqui na Contabilidade RJ, vamos cuidar de tudo para você e para o seu novo negócio!

Buscando auxílio e orientações sobre como abrir uma empresa? Conte com o nosso apoio!

Como abrir uma empresa: porte da empresa

Você já conferiu o passo a passo completo sobre como criar ou como abrir uma empresa. Agora, vamos conferir outros aspectos importantes para quem deseja empreender.

Vamos começar falando do porte empresarial. Por falar nisso, você já definiu qual será o porte da sua empresa?

Quanto ao porte de uma pessoa jurídica, temos as seguintes possibilidades:

  • Microempresa – ME;
  • Empresa de Pequeno Porte – EPP;
  • Médio Porte;
  • Grande Porte.

Não há muito critério sobre os fatores que determinam o porte de uma empresa, no entanto, o faturamento anual e o número de funcionários são os parâmetros mais utilizados.

Abaixo apresentamos as tabelas de classificação quanto ao porte mais utilizadas no país, atualmente:

Classificação da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária
Tabela porte de empresa ANVISA

Classificação do BNDES – Banco Nacional do Desenvolvimento
Tabela porte de empresa IBGE

Classificação do SEBRAE – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas
Tabela porte de empresa SEBRAE

Como abrir uma empresa:  regime tributário

Quando o assunto é como abrir uma empresa, também é muito importante falarmos sobre o regime tributário.

Na sequência, vamos apresentar detalhes sobre cada regime tributário disponível aqui no Brasil, confira e descubra a melhor opção para o seu negócio.

Como abrir uma empresa Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário para negócios classificados quanto ao porte em micro e pequenas empresas.

Para participar deste regime tributário, as empresas não podem faturar mais de R$ 4,8 milhões ao ano.

A principal vantagem do Simples Nacional está no recolhimento de impostos que é feito em guia única.

Confira os impostos recolhidos no Simples Nacional:

  • IRPJ – Imposto de Renda Pessoa Jurídica;
  • CSLL – Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido;
  • COFINS – Contribuição para Financiamento da Seguridade Social;
  • PIS – Programa de Integração Social;
  • IPI – Imposto Sobre Produtos Industrializados;
  • CPP – Contribuição Previdenciária Patronal;
  • ICMS – Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços;
  • ISS – Imposto Sobre Serviços.

Por sua vez, as alíquotas efetivas do Simples Nacional são as seguintes:

  • Anexo I – Comércio: 4% a 11,12% 
  • Anexo II – Indústria: 4,5% a 15% 
  • Anexo III – Serviços: 6% a 19,25%
  • Anexo IV – Serviços: 4,5% a 15,75%
  • Anexo V – Serviços: 15,5% e 19,25%

Faça uma consulta ao nosso time de contadores para descobrir o anexo de enquadramento da sua empresa e veja como abrir uma empresa simples.

Como abrir uma empresa Lucro Presumido

Além do Simples Nacional, temos também o Lucro Presumido, regime tributário que atende empresas com faturamento anual de até R$ 78 milhões.

Neste regime, cada imposto é pago em sua própria guia e a faixa de contribuição varia de acordo com a atividade desenvolvida pelas empresas, podendo chegar a 16,33% sobre o faturamento mensal.

Vale destacar que apesar do Simples Nacional ser o regime mais comentado, o Lucro Presumido pode ser mais econômico para uma parcela significativa das empresas.

Por isso, consultar um contador especializado e elaborar um planejamento tributário é fundamental quando o assunto é como abrir uma empresa.

Como abrir uma empresa Lucro Real

Quem deseja montar o próprio negócio também pode contar com o Lucro Real, regime tributário que assim como o próprio nome sugere, apura os tributos com base no resultado líquido das empresas e não sobre o faturamento.

No entanto, tenha cuidado, isso não significa que o Lucro Real é um regime econômico, pois em contrapartida, as suas alíquotas de contribuição são maiores.

Mais uma vez, alertamos que quando o assunto é como abrir uma empresa, o planejamento tributário é o melhor caminho para economizar no pagamento de impostos.

CONTATO

ORÇAMENTO EM APENAS 3 PASSOS

Como abrir uma empresa: o que é natureza jurídica de uma empresa?

Você que chegou até aqui já aprendeu bastante coisa sobre como abrir uma empresa, no entanto, ainda precisamos destacar um assunto muito importante: a natureza jurídica.

Afinal, você sabe o que é a natureza jurídica de uma empresa? Chamamos de natureza jurídica ou tipo societário, a forma de constituição escolhida pelo empresário para registrar e constituir a sua empresa.

São diversas opções, confira a lista e defina a melhor para o seu negócio:

  • MEI – Microempreendedor Individual;
  • EI – Empresário Individual;
  • SLU – Sociedade Limitada Unipessoal;
  • Sociedade Empresária Limitada;
  • Sociedade Simples Pura;
  • Sociedade Anônima.

Cada opção possui as suas próprias características, dentre elas:

  • Previsão para inclusão ou não de sócios;
  • Tipo de responsabilidade (limitada ou ilimitada);
  • Atividades permitidas.

Você precisará definir por meio do Contrato Social o tipo societário para formalização da sua empresa, sendo assim, é muito importante que você que chegou aqui em busca de informações sobre como abrir uma empresa conheça cada opção.

Para saber mais sobre cada tipo societário, confira o próximo tópico.

Quais os tipos societários para a constituição da empresa: definição

Quando o assunto é como abrir uma empresa, e também quanto custa abrir um negócio é muito importante que você conheça detalhes sobre cada tipo societário.

Vale destacar que a Junta Comercial costuma cobrar valores distintos para abertura de cada tipo de empresa.

Para facilitar, listamos em tópicos as principais características de cada opção, confira:

Natureza Jurídica – MEI

  • Destinado a formalização de pequenos negócios individuais;
  • Faturamento anual limitado a R$ 81 mil;
  • Permissão para contratar apenas 1 funcionário;
  • Tributos em valor fixo e pagos em guia única;
  • Não permite a inclusão de sócios;
  • O proprietário não pode participar de outra empresa;
  • Responsabilidade ilimitada do empresário sobre dívidas do negócio.

Natureza Jurídica – EI

  • Destinado a abertura de negócios sem sócios;
  • Não possui limite de faturamento;
  • Não possui limite para contratar funcionários;
  • Não permite a inclusão de sócios;
  • Responsabilidade ilimitada do empresário sobre dívidas do negócio.

Sociedade Empresária Limitada

  • Destinado a abertura de negócios com sócios;
  • Não possui limite de faturamento;
  • Não possui limite para contratar funcionários;
  • Permite a inclusão de novos sócios;
  • Responsabilidade limitada dos sócios sobre dívidas do negócio.

Sociedade Limitada Unipessoal

  • Destinado a abertura de negócios sem sócios;
  • Não possui limite de faturamento;
  • Não possui limite para contratar funcionários;
  • Não permite a inclusão de novos sócios;
  • Responsabilidade limitada do empresário sobre dívidas do negócio.

Sociedade Simples Limitada

  • Destinado a abertura de empresas com sócios para exercício de atividade profissional;
  • Disponível para atividades de natureza artística, literária ou científica;
  • Não possui limite de faturamento;
  • Não possui limite para contratar funcionários;
  • Permite a inclusão de novos sócios;
  • Responsabilidade limitada dos sócios sobre dívidas do negócio.

Sociedade Simples Pura

  • Destinado a abertura de empresas com sócios para exercício de atividade profissional;
  • Disponível para atividades de natureza artística, literária ou científica;
  • Não possui limite de faturamento;
  • Não possui limite para contratar funcionários;
  • Permite a inclusão de novos sócios;
  • Responsabilidade ilimitada dos sócios sobre dívidas do negócio.

Sociedade Anônima

  • Destinado a abertura de negócios com sócios;
  • Não possui limite de faturamento;
  • Não possui limite para contratar funcionários;
  • Permite a inclusão de novos sócios;
  • Responsabilidade limitada dos sócios sobre dívidas do negócio;
  • Capital social distribuído em ações;
  • Pode ser constituída como capital aberto ou capital fechado.

Como abrir uma empresa com o CNAE correto

Agora que você já sabe como abrir uma empresa, não deixe de saber o que é CNAE e qual a importância de definir a Classificação Nacional de Atividades Econômicas ideal para o seu tipo de negócio.

O CNAE é o responsável por definir as atividades que a empresa vai desempenhar no mercado, e é também responsável diretamente pela tributação, já que no Simples Nacional, cada código corresponde a um dos 5 anexos.

Para saber o CNAE correto, o ideal é contar com o apoio de uma contabilidade especializada no seu segmento, onde esta vai fazer um planejamento tributário e definir o melhor tipo de tributação para o seu negócio.

Não deixe de contar com os nossos serviços de planejamento tributário, abertura de empresa e contabilidade. Clique no banner abaixo e fale conosco:

Como abrir uma empresa: cuidados na definição da natureza jurídica e na constituição da empresa

Estamos nos aproximando do final deste conteúdo, com ele, esperamos ter contribuído para tirar todas as suas dúvidas sobre como ter o seu próprio negócio e como abrir uma empresa.

No entanto, caso ainda reste alguma dúvida estaremos à sua disposição para auxiliar no que for preciso.

Para entrar em contato com o time de especialistas da Contabilidade Rio de Janeiro, tudo o que você precisa é clicar em um dos botões ao final desta página.

O nosso escritório de contabilidade auxilia em todos os trâmites relacionados a como abrir uma empresa.

Aqui na Contabilidade Rio de Janeiro você recebe assessoria e orientação para escolher a melhor natureza jurídica e também o melhor regime tributário para que a sua empresa pague menos impostos.

Por sua vez, além de fornecer orientações sobre como abrir uma empresa, também temos contadores especializados para prestar assessoria contábil para que o seu negócio permaneça em dia com o fisco.

  • Apuramos impostos e emitimos guias;
  • Escrituramos movimentos fiscais e contábeis;
  • Entregamos em dia todas as obrigações acessórias exigidas;
  • Elaboramos relatórios contábeis, como Balanço e DRE;
  • Cuidamos dos processos de admissão, afastamento e rescisão de funcionários;
  • Calculamos sua folha de pagamento e pró-labore;
  • Dentre outros serviços em contabilidade.

Para saber mais sobre como abrir uma empresa, clique em um dos botões abaixo e entre em contato conosco, nos envie uma mensagem dizendo “quero abrir o meu próprio negócio”, vamos ajudar você.

CONTATO

ORÇAMENTO EM APENAS 3 PASSOS